inapta a viver de cabeça leve

domingo, 22 de dezembro de 2013

viver

libertar e prosseguir.
Finalmente me libertei do que me fazia tão mal e é tão maravilhoso prosseguir.
Nenhum relacionamento é 100% maravilhoso e quantas milhões de vezes eu já disse isso? Tantas que até eu já perdi as contas, pois bem.. o meu tem os seus problemas mas tem dias que eu alcanço os 100% de felicidade.
Ele tá longe, bem longe e não vai ler isso e nem nada na internet na próxima semana já que tá totalmente incomunicavel naquele fim de mundo, talvez faça bem pra nós, talvez ele volte com tanta saudades quanto eu tô dele logo no comecinho do segundo dia sem ele aqui pertinho.
Criei uma mecanismo de defesa por coisas das quais já nem importam, criei uma barreira e sabia que quando eu quebrasse ela, tava tudo entregue.. é, ela quebrou e agora eu tô aqui contando as HORAS pro dia que ele volta pra São Paulo.
É bom recomeçar e é bom recomeçar algo que acabou de começar a cada conversa sobre algo que não está tão legal, é bom saber que a gente tem se ouvido mais nos ultimos dias e que eu realmente espero que todo aquele papo sobre ficar juntos vários e vários meses e anos seja sério. Sabe aquele lance de borboletas no estomago? Comigo não passa desde quando vi ele, mesmo com ele sendo um babaca ( não foi um ofensa) e tão desorganizado e porquinho.
Tem umas coisas tão brega que tenho feito e pensado que nem posso falar em voz alta senão já começo a querer me matar de tão gay que é. Mas pelo menos a blusa dele ainda tá com o cheiro dele, espero que não saia até ele voltar.
É bom ter alguém que supra minhas necessidades num nível em que mesmo ele estando longe eu sei que ele tá perto... é bom ter alguém como ele.

quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

Você não precisa carregar a culpa sozinha, você não ser precisa mudar a cor do seu cabelo, a sua roupa ou quem você é.
Você não precisa viver de passado, não precisa viver com lágrimas nos olhos ou dores na alma.
Não precisa se mudar, não precisa disso.
Você pode se levantar, se ver de cima como tantas outras ocasiões, você pode ser o que você é. Você pode espalhar-se pelo céu, pelo mundo. Você pode enxugar suas lágrimas e retocar sua maquiagem, você pode ser o que você sempre foi.
Você pode acalmar seu coração, você pode parar de chorar, pode ver as coisas pelo melhor angulo.
Você já pode encontrar quem te ouça e te ame, pode abandonar o que te faz mal... Deixa pelo caminho.
Você pode pegar os pedaços do seu coração no chão e remendar, você já pode sorrir sem o peso nas costas.
Você pode voltar ao normal, já pode amar quem você é, já pode correr pela rua num dia de chuva sem chorar, já pode parar de esperar o pior, você já pode se olhar no espelho e não se odiar.
Você já pode comprar uma bebida e sentar sozinha por opção em alguma calçada enquanto fuma um cigarro, você já pode sorrir por estar acompanhada de si mesma.
Você pode limpar as lágrimas pretas misturadas com o seu rímel das maças do seu rosto, já pode tomar um banho e deixar tudo isso ir pelo ralo. Já pode sossegar seu coração, acalmar essa dor, entender a vida fica pra depois.
Você já pode amar a tudo o que tem, já pode encher a vida de cor com sorriso, já pode voltar pro mundo.
Ninguém olha pra trás por você, ninguém voltou pra te buscar e nem vai. Você não tem ninguém, mas você tem tudo o que precisa.
Você já pode voltar aos seus objetivos, já pode voltar pra sua vida, já pode parar de se desculpar ou se culpar por tudo, já pode abrir os olhos pela manhã e ver o brilho dos dias.
Você já pode enxergar o sol brilhando de novo? Você já ouve novos corações radiantes batendo pelo seu amor e pelo seu sorriso? Já pode jogar tudo que ficou pra trás no primeiro lixo que achar no caminho, já pode desapegar, você já pode esquecer e jogar fora como fizeram com você.
Respira e lembra do quanto você pode agora. Você já pode sentir frio pelo vento e não pela solidão, você já pode aceitar as coisas.
Você já pode crescer, você já pode parar de ouvir aquelas músicas, você já pode jogar fora todos os barcos de papel ou as lembranças de coisas perdidas ou de dias bons que não fazem mais sentido, você já pode parar de querer ser um texto, de sonhar com as coisas tão longe. Todo mundo vai embora, mas você fica, você precisa se segurar.
Você não precisa fazer mais nada do que não quer, não precisa ligar pro que nunca ligou, você não precisa de nada, deixa o peso pra trás.



sábado, 14 de dezembro de 2013

Lendo textos, desejei ser parte de um de novo. Por algum motivo eu acho que minha vida muda mas as dos outros não, complicado, maluco e egoista. Aquele momento que você descobre que o mundo gira pra todos e não só pra você e os acontecimentos recentes da vida alheia ficam ecoando na sua cabeça.
Nada faz sentido, mas no fundo tudo faz sentido.
Ser parte de um texto me faria ser uma coisa que eu nunca vou ser, então talvez seja por isso que eu nunca fui.
Tentar chamar atenção e de certa forma cutucar, por quantas vezes eu fiz isso? Bom, foram muitas, mas aprendi com os outros a fazer então nem é tão idiota assim.
E eu sigo perdendo a vez e deixando pra tras, sigo assustada por existirem vários mundos e todos girarem, sigo com aquela historia de números no infinito ilimitado pra se viver. Sigo aqui a esperar meu mundo e o seu parar no mesmo momento.

quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

sobre viver e acreditar

esse foi um ano de descobertas de diversos tipos em relação a mim e as pessoas.
Me apaixonei por uma pessoa errada mais de uma vez e escondi de mim mesma só uma e foi a pior.
Percebi que as vezes nas melhores das intenções a gente acaba fazendo a pior das coisas.
Me desprendi de algo que já tinha acabado a muito tempo e agora sei que não perdi nada além do que já estava perdido a mais de um ano e uma camiseta.
Conheci alguém que precisa de mim e das minhas broncas por mais chatas que sejam.
Descobri o acaso traz coisas boas, mas com o preço de levar outras.
Que não importa o quanto você acha que conhece alguém, você não conhece.
Se sente no fundo do coração quando é pra sempre e quando é real, a Camila faz parte disso e de mim.
Aprendi a abrir mão do que não me fazia bem.
Tive conversas tristes demais ao telefone,e ideias pra um desenho na pele.
Fiz amigos e consegui alguém que sem querer entende sobre tudo isso que eu disse, a Baarbara.. aquela da numerologia e dos segredos.
Percebi que as historias se repetem.
Que as coisas perdem a essência e mudam inevitavelmente.
O mundo gira e o angulo da sua visão muda com isso, eu cresci com relação a tudo.
Perdi medos, superei vergonhas, aprendi a fazer a unha do pé e fiquei mais de 6 meses sem mudar a cor de cabelo. Comecei querer um futuro e pelas primeiras vezes vi o frutos de um esforço meu.
Terminei a etec, me arrependi por ser fraca e ter repetido o ano, recebi desculpas de quem me fez tão mal.
Mudei coisas do meu quarto de lugar, li dois livros novos e marcantes, escrevi textos sentimentais demais e sonhei com a faculdade.
Tomei um fora do moço que parecia o Lucas e me decepcionei com cara que sai falando pra todo mundo que era gay.
Conheci gente que me achava legal simplesmente por eu era eu e conheci gente que me odiava por isso.
Eu sobrevivi aos dias, fui maior que o julgamento de vocês, segui meu coração e aprendi com os meus impulsos que querendo ou não sempre veem pro bem.
Eu ri e chorei intensamente, e agora eu sei que foi um dos melhores anos que ja vivi e que como 'fim de ano' esse texto nao vai bastar.
eu to feliz com o acaso.

segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

enchem a boca pra falar mal dos outros esquecendo que o que faz mais mal não é o que fazem pra te atingir e sim o ódio pelos outros. Uma vez me disseram que tudo voltar pra você, seja bom ou ruim. Te cuida.

sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

algumas coisas me incomodam num grau tão absurdo que eu não consigo entender o porque.
Sou egoista, sim, isso é claro.
livre demais, egoista e desconfiada... deve ser a explicação. Preciso ser menos transparente com as coisas, vão saber quando eu não gostar, vai estar na minha fala desde o primeiro segundo quando acontecer. Meu deus, queria ser menos complicada, talvez menos egoista já ajudaria o suficiente, ou quem sabe o que falte é deixar essa mania tonta de desconfiança de lado.
a percepção do outro é sempre diferente da nossa, sempre vou achar que quando é comigo é diferente.
ps : nunca se deve confiar 100% ( Bianca sempre tem razão e é por isso que é meu anjo da guarda a uns 10 anos)

quinta-feira, 28 de novembro de 2013

Cresci

Tudo que aconteceu e a forma com que aconteceu.. Era pra ser assim.
Tantas textos antigos lidos ontem a noite me fizeram entender algumas coisas e ver como o "sofrimento" nos faz crescer de diversas formas. É bom ver que tudo mudou apesar de me fazer levemente nostalgica e triste.
Esse ano foi um ano de descobertas, em todos os sentidos, de todos os jeitos, minhas e dos outros, das melhores e piores maneiras.

Ultimo rascunho feito no meu computador e não dentro do blog foi um sobre a Camila que não podia ser postado, ele fez parte de uma serie de textos agoniantes e confusos que eu escrevia como sobre proceder com fatos que já não me faziam bem mas eu não queria abrir mão

"A etec não só abriu portas pra mundo da moda ou pro meu futuro dentro ou fora disso como abriu portas pra eu descobrir quem eu era de verdade.
Não há duvidas de que lá eu aprendi muito mais do que modelagem e tendencias, aprendi a conviver, respeitar, amar o que faço e ao próximo, a me calar quando não tenho o direito de reclamar e a trabalhar em grupo. Mudei conceitos, aumentei minha responsabilidade e quando cheguei lá eu era um menininho de cabelo colorido que andava todo torto e com um moletom grande pelos corredores.. É incrível como eu mudei e cresci, incrível como agora eu pareço mais velha e mulher, incrível como até sou menos torta , falo mais baixo e não uso mais as roupas de menino, é incrível como eu me descobri e descobri que pessoas me amariam exatamente pelo que eu sou.
A parte triste de tudo isso é que foi uma época intensa, eu oscilava de sorrisos a choros desesperados em minutos e todos ali compartilhavam da mesma tristeza feliz, da mesma felicidade triste. A gente precisava deixar de lado tudo o que era prioridade pra poder fazer todas aquelas coisas que nos eram propostas, eu me descobri mais forte, mais determinada e muito mais capaz. Naqueles dias em que eu sabia que precisava dormir, em que meu corpo clamava por mais 10 minutos de sono, eu levantava e ia fazer uma das coisas que eu odiava fazer mais sabia que precisava.
Mesmo no meio de tanta briga, no meio de tanta desentendimento, discordâncias incríveis onde achei que amizades se perderiam, eramos todos amigos e unidos e eu via em cada um ali que todos se ajudavam, todos sabiam como era difícil e enxergavam a capacidade do outro, incentivava, apoiava.
Obviamente os grupos existiam e foram ficando cada vez mais fechados, mas ninguém negava ajuda, poucas foram as pessoas que agiram de má fé e as que fizeram, nos ensinaram a levantar mais forte e com mais paciência.
Muitas foram as vezes em que pensei em largar tudo e achei que nada daquilo fazia sentido pra mim, muitas foram as noites que desisti de tentar e fui dormir, muitos foram os intervalos em que vi gente fazendo parte do meu trabalho pelos meus 10 minutos a mais dormindo na noite anterior. Muitos foram os sorrisos que apareceram no rosto de cada um quando viram cada trabalho pronto, muitas foram as risadas nas festinhas que aconteciam entre um módulo e outro e foi muito questionado por nós como seria a vida quando acabasse toda aquela agitação, aquela felicidade triste, aquele estresse gostoso, aquela animação preguiçosa, aquele monte de sentimento acumulado que as vezes era solto em forma de gargalhada e as vezes com lágrimas.
Acredito que os dias não estejam só vazios pra mim, antes eu pelo menos não sabia quem era e tinha algumas pessoas de mentira pra me segurar. Depois que você conhece o mundo não quer vê-lo girar na sua frente enquanto você tá com a bunda no sofá.
A etec aconteceu em um momento onde tudo aconteceu, foram muitas descobertas e ações que me fizeram uma pessoa infinitamente mais responsável e crescida, e agora... eu vivo tão sozinha. Mas a pior parte é o vazio diferente do que eu costumava sentir antes de viver tudo isso.
Não sabia que existia uma parte ruim em se descobrir, mas a parte ruim é quando você percebe que seu mundo é diferente do da maioria das pessoas, quando você não quer mais ser o que sabe que não é, quando você não consegue ser diferente do que descobriu ser e se sente num mundo diferente de todo mundo ao seu redor.
É muito ruim quando você acha que não tem capacidade de se colocar em outros mundos e acaba por achar que o seu é defeituoso.
A melhor parte desse texto e a mais importante é essa : quando tudo parece vazio ( um vazio muito pior do que os já sentidos antes), o cheio que você encontrou no mundo que você descobriu te lembra que você tem o melhor mundo e te amam por quem você é.
Todo mundo é especial? Sim, mas então ninguém é? Não sei. Eu diria que você é especial, mas não sei se é um mérito que você precise. Quando eu to sendo apenas uma alma perdida você me pesca da estrada sem rumo e me mostra qual o lado obvio a se seguir. Você faz nascer no meu rosto os sorrisos mais sinceros e enche o meu peito quando ele tá tão murchinho. Você é com certeza uma pessoa num nível de mundo melhor que as pessoas normais.
Eu não sei se já te disse isso e desculpa se estou repetindo, mas te admiro e amo tanto quem você é, e amo muito mais ser parte do seu mundo de forma tão grande e linda. No nosso mundo os dias são sempre bons e cheios de barulhos e risadas. No nosso mundo as pessoas são boas de verdade e se amam sem motivos, só porque todos precisam se amar, não há porque não fazerem isso. No nosso mundo a gente se apoia uma na outra pra sempre, a gente canta músicas no meio dos lugares enquanto fone tá alto, a gente ri sem querer quando não é pra rir, a gente faz careta e acha muito engraçado, a gente se dá conselhos e se zoa, a gente sabe do futuro e sabe que ele vai ser promissor pra nós juntas.
Uma noite a gente tava por ai sendo a gente, e um velhinho japonês gostou de nós (isso acontece com frequência, acho que exalamos beleza e simpatia mesmo), por algum motivo a gente dá atenção a quem precisa, acredito que seja parte do nosso mundo que é tão bom. Sem sair do foco sobre a noite do velhinho japonês, existiram noites do mendigo que gostava do numero 7 e de outras pessoas que só queriam meia hora de conversa jogada fora e conseguimos, de uma forma ou de outra, alegrar mais o nosso dia por estar cedendo um tempo a quem precisava do que o dia de quem tanto precisava da nossa atenção.
 Voltando, esse velhinho nos dizia coisas que faziam um sentido incrível e nos riamos, mas sei que nós duas sabemos que ele tinha razão... seja acaso, razão ou Deus, ele sabia do que falava! Nos disse que nos completávamos e pra não nos lagar, saberíamos disso no nosso tcc. E quem me levantou quando eu disse que não ia fazer desfile? Quem passou a noite comigo fazendo as coisas do desfile? O velhinho disse talvez só por dizer ou talvez porque ele vivia no mesmo mundo encantado que a gente.
Eu enxergo um mundo onde os nossos sonhos serão tão alcançáveis que precisaremos pensar em coisas mais dificies e mais impossíveis, enxergo um mundo onde teremos o nosso cachorro chamado gato, onde poderemos viver toda essa vida de batom e salto alto, todo esse mundo feliz que queremos pra nós, onde falaremos de nossos problemas e eles serão piadas em minutos, onde não haverá mais choro e tristeza, onde você e eu falaremos dos nossos relacionamentos amorosos somente sorrindo e lembrando de como teve uma época que isso nos fazia triste. Somos do mesmo mundo, dos mesmos sentimentos, nos entendemos e nos sentimos iguais, eu tô triste e você também.
Nos últimos tempos a frase 'sempre sobra nós duas' tem sido muito falada, e eu sei porque, porque sempre falaremos que sempre sobra nós duas.
Eu te amo e eu nunca vou poder expressar o quão grata eu sou por ter entrado naquela sala, naquele dia e ter te conhecido, o quão grata a Deus, destino ou sei lá o que for.. Pelo seu sorriso iremos até onde nossa imaginação permitir, quando você precisar eu vou te segurar, quando eu precisar você também vai. E eu vou rezar quando você quiser e você vai fazer coisas que não são do tipo que você faz quando eu quiser, e vamos ser pra sempre só nós duas."


De certa forma foi um texto de despedida sobre etec que nunca rolou no blog, só algumas palavras meio avulsas e fotos sobre saudades. Foi um texto sobre amizade de verdade e sobre a esperança e os planos da minha vida que estão todos na Camila.


quarta-feira, 20 de novembro de 2013

É bom ter mais que um namorado, é bom ter um melhor amigo, alguém pra rir e pra chorar, alguém pra dividir tudo de bom e de ruim que vier.
As melhores coisas acontecem nas horas mais estranhas pra se acontecer.
Tudo é clichê demais, tudo é superficial demais quando a gente quer falar de algo que é realmente importante.
É sempre muito mais fácil falar daquilo que a gente não sente do que o que sentimos... sentimentos assim não são do tipo que são explicados com palavras meio avulsas.
Um mês e dez dias de namoro, deve ser ridiculamente pouco pra todo mundo que vê de fora. Deve ser ridiculamente mentiroso esse texto pra quem não nos vê juntos, pra quem não percebeu ainda o quanto foi estranho como nada virou tudo em questão de dias, deve ser muito mentiroso pra quem sabe do meu histórico complicado de relacionamentos e esperava que eu ficasse uns bons anos me recuperando de uma desilusão.
Quando eu tinha mil motivos pra desacreditar de tudo, quando eu só queria desacreditar de tudo chegou alguém meio bobo e sincero demais e me fez rir muito mais do que deveria, alguém meio atrapalhado e que não escondia que gostava de mim..
Você mal me conhecia mas já arrancava um suspiros com umas bobeiras meio clichês pelos inboxs da vida, eu sabia que não podia me apaixonar porque afinal, você era só mais um que iria ficar comigo e eu nunca mais te veria. Mas por algum motivo te vi mais de uma vez, mais de duas e de repente eu só me importava com você mesmo não querendo que fosse assim, de repente eu tinha que assumir que tava apaixonada por não dava pra esconder.. eu só falava de você e passava o dia querendo estar com você.
O que são 40 dias? São o bastante pra eu saber e ter vivido mais que muito casal por ai, a gente é um grude só e acho que você nem imagina o quanto eu amo isso.
Por algum motivo que eu não sei qual a gente tem umas brincadeiras meio idiotas demais e uma intimidade que muito casal de anos não tem, a gente tem umas manias de brigar por causa de brigadeiro ou porque você tem nojo de feijão mas no fundo até essas coisas acabam sendo fofas.
Você é mimado e teimoso e tenta ser mais nervosinho que eu, a gente se odeia por alguns segundos mas no final os dois acabam cedendo e em questão de minutos tá tudo bem. A gente se bate e dá risada por uma meia hora de umas coisas tão bobas que nem a pessoa mais monga do mundo acharia graça. A gente tem ciumes e é meio reclamão, você adora fazer bico e eu adoro fazer drama, acho que de uma forma ou de outra a gente tinha que ficar juntos.
Queria te fazer entender o quão importante você é e o quanto eu espero que todos os planos que a gente tem feito aconteçam de verdade, queria que você soubesse que eu te amo cabeçudo.

ps: sim, eu faço muitos textos fofos, desculpa.

da série : sua cortina atrapalha tudo.

sábado, 16 de novembro de 2013

as vezes eu sinto uma vontade de sair correndo, correr, correr até onde minhas pernas deixarem. Correr pra onde tudo seja nada.

Procure-me em qualquer confusão.

Um dia eu vou ser só uma garota de cabelo vermelho com um sorriso no canto da boca, se escondendo atras de um óculos em algum bar, vou correr, correr, e você vai procurar o vermelho, os óculos, mas a confusão já vai ter se desmanchado, é... não deu tempo, a menina do cabelo vermelho sempre vai sumir.

Por algum motivo todos os textos mais sem sentidos fazem sentido agora.

sexta-feira, 15 de novembro de 2013

Tenho escrito muitos rascunhos e nenhum vai ser postado, coisas pessoais demais, confusas demais, abertas demais.

As pessoas me julgam, desdenham da minha capacidade e me acham infantil por só ser quem eu sou.

Nos ultimos dias, em alguns momentos deixei de acreditar em mim e de me orgulhar de quem eu sou e meu deus, esse é o inicio do caminho pro fundo do poço.

E toda essa culpa por não ter desculpa.

todo mundo que tá lendo isso aqui é humano, todo mundo erra e todo mundo tem a mania detestável de julgar o outro, mas é triste como andam achando que eu sou um monstro.

Eu sei de uma coisa, preciso estudar, preciso me ajeitar, preciso da Camila e de muita vontade. Eu vou pra SC, eu vou.

terça-feira, 12 de novembro de 2013




Se está com ele está sozinha
e sozinha não quer mais ficar
se está com ele é porque quer
porque não quer mudar
Diga adeus
diga adeus ou não diga nada
diga adeus
se está chegando o fim da linha
'tá na hora de saltar
se está com ele está sozinha
e sozinha não quer mais ficar

diga adeus
diga adeus ou não diga nada
diga adeus
não vá perder a hora certa com a pessoa errada
diga adeus, !adeus!

a vida não pode ser um conta-gotas na tua mão
chuva que não chove...sol que não sai
a vida não pode ser medida com precisão
motor que não se move...nuvem que não se vai
se está com ele está sozinha
e sozinha não quer mais ficar
se está chegando o fim da linha
'tá na hora de saltar
não vá perder a vida inteira com a pessoa errada
diga adeus, diga adeus
vai chover, vai secar, serão águas passadas
diga adeus, !adeus!

terça-feira, 5 de novembro de 2013

Hoje eu vim pra casa lembrando de como o blog virou blog e de como ele cresceu, vim pensando como as coisas mudaram desde então.

Era 2010, acho que o começo dele.
Conheci um menino que tinha o olho tão claro, mas tão claro que ficava branco na luz. A Fê não conhecia ele, mas tava lá quando eu vi ele e fingi não ver. Ele era o dono da vida futil.
Stacy ( moderna demais pra usar meu nome verdadeiro) Vida Inutil ( copia barata do vida futil).
O vida futil tinha um conteudo meio idiota, mas o dono era assim.


domingo, 3 de novembro de 2013

Tem dias que eu acordo insuportável, mas num nível em que nem eu me aguento. Aquela sensação medonha de insatisfação com tudo o que você faz e indecisão apesar de saber que qualquer coisa que eu resolver fazer vai me irritar.
Esse é um daqueles textos totalmente sem sentido em que eu escrevo só pra tirar a irritação de mim.

Em dias de etec onde eu amava dias vazios pra eu poder me dedicar a isso, eu devia saber que aquilo tava errado.

Eu me perco nas coisas, em todas, mesmo. Sou do tipo de pessoa que não pode escutar e cantar uma música enquanto escreve senão escreve a música... acho que essa é a explicação pra minha vida inteira.

quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Eu sinto muito, eu sinto tanto.. mas não por mim... por você.

"lamenta o que você não viveu hoje, que amanhã você vai lamentar o que não viveu ontem"

Eis que os números perdidos do meu infinito ficaram no ontem e eu tava tratando de perder os do hoje pensando nos de ontem e nos de amanhã.



Hazel, 

acho que eu entendi.

quarta-feira, 30 de outubro de 2013

hazel, de novo

Hazel Grace, 


mais uma carta para Alguém Que Não Existe. Essa é mais curta e por sinal, queria parar de pensar nas coisas como se eu tivesse dentro de um livro.

O seu infinito ilimitado menor que o meu me faz triste, o meu é maior que o teu e não me faz assim tão bem como deveria. É sobre eu ter um infinito maior e não ter usado nem um terço de seus números.

com Confusão para Alguém com A maisculo que Não Existe, 

Letícia

terça-feira, 29 de outubro de 2013

Jhonatan


Queria fazer um texto que fosse um resumo de tudo que há de bom e fofo no mundo, mas se mal sei fazer resumos como vou saber fazer um que tenha TUDO de bom e fofo? meio impossível.

Textos com frequência.. gay, é eu sei. Eu sou um pouco mesmo mas é que eu gosto de escrever sobre o que eu sinto, acontece que nem 10% as pessoas leem ou sabem da existência, pelo simples fato que tem coisa que é gay demais.. nível vergonha, sabe?

A gente vive esperando pela felicidade , pela felicidade geral, amorosa, social, profissional e todas essas coisas.. Bom, não consigo me lembrar de nenhuma época da minha vida em que consegui manter tudo indo muito bem. O fato é, eu posso não estar bem em nada mas mesmo assim eu pareço estar bem porque tenho você.

(...)


Passei a vida inteira desejando alguém compreensivo, engraçado, espontaneo, meio tonto, tarado, carinhoso, sentimental.. A vida é LOCA, eu diria que queria ter te conhecido antes, mas acho que talvez não fosse pra acontecer né? A gente precisava se foder bastante antes pra sentir o quanto nos gostamos agora.


Alguém que me vê todos os dias e não enjoa, que anda comigo agarrada o dia todo, que joga video-game e me dá atenção ao mesmo tempo, que não me deixa quieta, que não cansa de dizer que eu sou linda, que me lembra sobre o amor que sente toda vez q eu quase esqueço por um segundo, que grita pra quem quiser ouvir sobre o quanto eu sou importante.. Alguém que me abraça enquanto eu choro e me diz que nada mais vai me machucar, alguém que faz carinho no meu cabelo com cara de apaixonado, **************, que me escuta independente de qual seja o assunto, **************, que escuta banda ruins mas faz parecer boas só pelo fato de estar cantando musicas chatas com tanta vontade e de forma tão bonitinha, alguém que arruma o quarto só porque eu tô pedindo e ainda me manda foto,**************, alguém que baba na minha cara pelo simples prazer de ser bobo, que me faz cocegas e depois diz que ama meu sorriso e por isso faz isso, que me faz dar gargalhadas por nada, que me entende independente da merda que eu tenha dito, que me acompanha aonde quer que eu resolva ir, que faz umas caretas feias do nada, que fica falando que precisa dizer algo importante quando na verdade só vai dizer que me ama, que come alface porque eu tô pedindo, que faz eu me sentir a menina mais feliz do mundo, que faz tudo parecer pequeno perto dos dias bons do lado dele, que faz tudo o que eu peço porque não aguenta me dizer não, que fica bravo porque tô arrumando o armário, ************, que fica me chamando de bebe e perguntando se sou sua, que me ensina historias de super-herois, que faz cada dia valer uma vida só por ter ganhado um beijo dele, alguém que faz TUDO valer a pena.


(...)


Eu não sou muito boa em demonstrações de amor, num geral eu me atrapalho e acaba dando o efeito contrário.. pelo menos com você eu sempre me atrapalho. É que eu queria que você soubesse o quanto é importante, mas é complicado te fazer entender por palavras o quanto te amo ou por fala porque na hora de falar trava tudo e não sai nadinha da minha boca, você sabe.

(...)


Eu acredito na gente e eu sei que você também e isso basta **** mesmo você conjugando as coisas com mim.






Sobre as reticencias e estrelas : você tem o texto inteiro e o que foi apagado é porque só condiz a nós e me sentiria desconfortável com outra pessoa lendo.



Sobre possíveis comentários\invenções\ deduções\ julgamentos : Eu não me importo no tempo que sua cabeça chega de pré-conceitos sobre tudo inclusive sobre amor e que incrivelmente cisma em julgar felicidade e amor alheio pensa! Eu decido o tempo que as MINHAS coisas e MINHA vida vai andar.


Eu te amo sim, e sei dos meus sentimentos.


a culpa É das estrelas

Hazel Grace, 

oi, é. Você não é de verdade, talvez o texto devesse ser escrito para John Green, mas eu prefiro a moça parecida com a Natalie Portman de bochechas grandes e cabelos curtos que falava sobre os tamanhos diferentes de infinitos que existem por ai.

Você nem existe, mas vamos fingir que sim. É sobre você não querer ser uma marcas como o Gus, mas ser.

Ele morreu, parece cruel, mas você gostava de quem não tinha dó sua doença, então eis minha opinião sincera: Ele morreu e foi ótimo, nenhum amor puro como o de vocês se manteria até o tal envelhecer, o seu infinito ilimitado pequeno te fez viver melhor que muito gente com um infinito gigante.

Você morreu depois da carta? Acho que sim, é o que você imaginava que tinha acontecido com a Anna, mas fico feliz se tiver morrido de fato, conseguiu ler o que Gus meio que deixou pra você sem ser pra você, leu seu elogio funebre pouco antes de morrer, teve Um Ultimo Dia Bom sendo o Seu Ultimo Dia de fato.

Ele fez uma cicatriz em você, não como uma tatuagem, não como marcas fisicas, interna, ela durou pouco já que morreu um pouco depois... Mas existe algo que ele gostaria mais de saber do que saber que também fez em mim? Estranho o infinito ilimitado pequeno de vocês ter virado o de tanta gente.

Será que alguém já pensou em mandar cartar pro John que nem faziam com o Peter, não acho que o John é um bebado solitário grosso que teve uma filha como eu. Álias, meu infinito não é pequeno, pelo menos não que eu saiba, na verdade, eu só não to morrendo e sei disso.

Desde que li a última palavras na Maldita Ultima Folha não consigo parar de chorar e pensar em milhões de coisas que não se diz ou se escreve pra ninguém.

E eu vou continuar aqui, com muito coisa pra viver.

Tô fazendo como aquele povo que ia na internet deixar as condolencias pra alguém que nem conhecia? Preciso te dizer, em outro mundo paralelo, no meu, realmente fazem isso, já cansei de ver, consigo sentir teu nojo algumas vezes, tudo tem um ar falso.

Eis minha carta como a de Augustus, meio confusa e embaralhada, mas que vai deixar cicatriz. Eis minha tentativa de dizer a você, Hazel que não existe, que gostei que você morreu e que você fez uma cicatriz em mim e que se você não estiver assim tão morta, eu é que não vou até o John perguntar... Não tenho um Desejo e nem cancer terminal, ironico... mas você ia gostar.


Com Risada Divertidas de alguém que existe para Alguém Que Não Existe e está num lugar com Algo melhor com A maisculo,


Letícia.

domingo, 27 de outubro de 2013

desculpa, meu deus, desculpa.
te privei de amá-la, de viver o que queria viver, de ser feliz e sair com os cachorros.
ela sempre foi e sempre será o que eu queria ser.
o sorriso dela é bonito, né? eu sei, e eu escrevi isso sorrindo. Estranha a sensação de gostar dela.

Não sei se é o que eu acho, se não tambem, tudo bem, não importa.
As coisas são como precisam ser, e vocês precisam ser e não a gente.
só me sinto meio idiota por não ter deixado você vê-la por quase três anos.
Nunca mais olho suas coisas, nunca mais penso em você.

Siga sempre, tente olhar para frente sem chorar.

você contou pra ela sobre como eu fiz o mesmo que ela só que e fui muito mais má? acho que foi esse lance de querer ser tanto o amor da sua vida.

sábado, 26 de outubro de 2013

quarta-feira, 23 de outubro de 2013

MEU DEUS.
Parabéns, mil vezes parabéns!!!!!
Queria poder te dizer o quanto tô orgulhosa, mas não vou, tu sabe.
PARABÉNS
lembrei do video sobre VG que eu nunca fiz ( ultimamente uma frase resume o nada)

segunda-feira, 21 de outubro de 2013

ajudando uma princesa a explorar o jardim enquanto o hulk mostrava os pulos dele.



quarta-feira, 16 de outubro de 2013

perdida na milonga

Ver sua vida passar, ver as horas escorrendo pelas suas mãos, se ver ficando velha, passando ciclo, reconhecer que muitas coisas eram fases, sentir nostalgia.
Ver erros de um eu seu que você nem sabe como foi que ele existiu, não entender o porque de tanta coisa besta e idiota que você mesma fez, não saber como você mudou tanto em tão pouco tempo.
Ser uma idiota de 12 anos e esperar da vida tudo lindo e de mão beijada, chegar aos 17 sem nem saber o que precisa pra se viver de fato no mundo de hoje. Se ver cheia de opções e com escolhas sendo cobradas e só querer dormir, sentir que é nova demais pro hoje e ao mesmo tempo velha demais pra deixar pro amanhã.
Perceber o quanto perdeu por ter sido imatura algumas vezes na vida, e ainda ter o pensamento de 12 anos, de sonhos de uma vida cheia de diversões sem os pais em uma casa só minha.
Entrei a um ano e meio atrás sem saber desenhar bonecos de palito, sem entender uma linha sequer de modelagem e hoje consigo fazer tudo sozinha, fazer uma monografia, uma roupa, costurar. Passei dias desgraçados e agora é só sorriso com o que aprendi, percebi que não adianta eu achar que não por dias ou até meses, eu amo isso, toda essa coisa de fazer roupas, desenhá-las, pesquisar a inspiração, tirá-las do papel e nada melhor do que ver que você sabe fazer, mesmo que não fique lá aquelas coisas, você sabe.


19/06/13

eu não nasci pra ter os pés tocando o chão

17/08/13

EU SOU MARÉ VIVA

É ruim ser uma fã contida, ruim não te ter por perto, ruim escutar sua voz nos fones e não nos meus ouvidos, é ruim te ver pela tela e não ao meu lado.
Essas palavras que entram e rasgam o peito, transbordam sentimentos pelos olhos, essas vontades de sair correndo, de sair berrando, de dizer pro mundo que preciso disso, dessa vida que você me traz...
Essa voz que transmite ar, folego pro mundo em que eu vivo.
Essas frases de amor que me fazem imaginar pra quem são, essas coisas que passam na minha cabeça quando é assunto é teu toque.
ONDE NÃO EXISTE DOR? quando existe paz.
Eu não sei como eu posso sobreviver sem sua voz e o ar, a vida, que tu me traz.
Tudo se intensifica quando sua voz vem num novo formato, com novas palavras, quando meu coração sente mais saudade do seu olhar.
Sou tão feliz por ter você debaixo do mesmo céu que eu.
BRIGADA.





17/08/13
Leite derramado não volta pra caixa.

"NOVOS ACASOS"


sábado, 12 de outubro de 2013

Oi, tudo bem? Espero que esteja mais calmo e sem socar as paredes...é que essas coisas me dão medo, você sabe.
Lembrei de uma coisa e vim te contar, quando começamos a ficar juntos, nos primeiros meses, você andava com uma aliança escrito Gabriel, se eu bem me lembro a  data era de 2007 e estávamos em 2011, era isso? não sei bem, mas acho que era. Você me conheceu aos poucos, e com o tempo tirou do pescoço. Joga fora tua aliança sem nome, a minha eu soquei com os teus lixos no fundo do amario...um dia desses tu vai conhecer outra menina de cabelo colorido, não faz essas coisas com ela, fica na cabeça.
Espera a tempestade pra me escutar, aliás não gosto muito de tempestade desde aquela de granizo que peguei no dia que você me deixou.
Adeus

ps: to feliz

sexta-feira, 11 de outubro de 2013

I feel so sorry

Saiba que mudei os nossos planos
Estou jogando tudo fora
Como se não fossem nada
Mas eu sei que faço tudo errado
Já estou acostumado
A deixar e ser deixado
Sendo assim
Tudo é tão normal
Como tudo nessa vida
Sempre diferente
Mas tão igual
Me desculpe por te esquecer
Eu apenas não quero ser
Outra lembrança dos momentos de derrota
Onde suas mãos tocaram o chão
Faço isso só por você
Te apago sem perceber
E assim quem sabe
Tudo volta ao normal
Eu sempre soube que seria assim
Quando ficássemos de frente para o fim
E o fim é sempre certo, eu sei
Estou cortando os nossos laços
Deixo nós em dois pedaços
Pra quem sabe em outros braços
Me encontrar
Me desculpe por te esquecer
Eu apenas não quero ser
Outra lembrança dos momentos de derrota
Onde suas mãos tocaram o chão
Faço isso só por você
Te apago sem perceber
E assim quem sabe
Tudo volta ao normal
Faço mal te fazendo bem
Te liberto pra que alguém
Possa te amar
Como eu nunca te amei
Me desculpe por te esquecer
Eu apenas não quero ser
Outra lembrança dos momentos de derrota
Onde suas mãos tocaram o chão
Faço isso só por você
Te apago sem perceber
E assim quem sabe
Tudo volta ao normal

quarta-feira, 9 de outubro de 2013

SOU MARÉ VIVA



"Nao faziamos sexo, mas so de ficar na parede sentindo o gosto dela me valia 100 noites na rua".

Você nunca foi de falar coisa bonita, acho que foi a mais bonita que você falou de mim nesses anos.


A culpa não foi sua, espero que você não perca a doçura nos olhos e dê lugar aos socos na parede e aos berros que você dava as vezes, me assustava.






Isso é sobre todas as coisas que eu NÃO quero e NÃO posso lembrar.

Eu tentei controlar a maré, aprender a lidar, saber meu lugar, e mais que tudo isso, saber amar, mas não...eu não sei TE amar.
Eu amo muito, tudo é muito, tudo é intenso. Eu sou maré viva...Você aprendeu sobre mim, minhas manias, os tantos trejeitos e caretas que trocamos, mas meu amor, não se controla maré.
De espírito leve, nascida pra encontrar a própria paz e quem sabe com a missão de partir o coração de alguém com tanta doçura no olhar para fazê-lo crescer.
Talvez eu seja a vilã, mas eu sempre estive tão perdida procurando minha própria verdade de forma inocente, mas talvez eu seja livre demais pra você. Você não quer amor solto, você quer o amor seu.
Você sabe, meu amor, eu só quero dançar.
Todas as lágrimas derramadas pela menina das tintas de cabelo vão se converter em força, acredite, um dia fui em que chorei pelo moço que fazia coisas que não entendia e dizia não me amar o suficiente.
Me soltou, mas eu não quis ficar presa de novo. Não foi sua culpa, nunca foi, você não precisa de marcas na pele e nomes no teto. Você precisa de calma e eu do novo, da liberdade, da sensação de crescer. Você precisa prender meu amor e eu ? Eu sou maré viva!







quinta-feira, 26 de setembro de 2013

quarta-feira, 25 de setembro de 2013

segunda-feira, 23 de setembro de 2013

Sobre todas as coisas que eu não quero lembrar ...

não posso te pedir pra me amar quando eu não me amo, não posso te pedir pra ficar quando eu perdi parte do meu coração por ai correndo na chuva. Não posso dizer que só preciso de você, porque eu preciso do seu amor. Eu não posso te dizer que não te amo, mas posso garantir que não me amo. E você vai e quando quiser voltar, ainda estarei aqui mas só se eu tiver me amando porque do contrario você não poderá me amar.. porque você é minha tempestade, meu supersonico, meu domingo, meu david kin, meu porquinho,meu barco... mas já não é mais meu namorado.

quinta-feira, 12 de setembro de 2013

amanhã pode ser que o NADA exista

e de novo aconteceu de eu acumular coisa pra falar e já sei que não vo conseguir falar tudo o que eu queria.. acontece. Vou tentar.

Um dia desses tanta coisa vai acontecer...
Um dia eu vou acordar e vai ter se passado muitos anos, muitas coisas vão ter se perdido. A vida escorre pelos dedos, e o medo é não vivê-la como deveria.
E quanto dias eu queria só ter te abraçado mas briguei com você? Quantos dias a gente deixou de sorrir por coisas idiotas? Quantos dias a gente estragou por saber que amanhã existiria? O amanhã não existe!
Quando penso nesses dias eu percebo o quanto amo as pessoas.
E se você pudesse voltar no tempo e encontrar o seu eu de cinco anos atrás o que diria pra ele? O que mudaria? Você tem orgulho do que se tornou?
É uma sequencia de coisas que me fez pensar nisso.
Eu posso ser imatura, idiota, mimada, teimosa, mas eu tenho orgulho do que sou e principalmente do que me tornei! Sei que tenho um mundo pra conquistar, sorrisos pra dar e sei que posso tudo o que eu quiser.. os últimos 3 anos foram cheios de magia, de conquistas e coisas novas.
Sabe quando você vê um velhinho bem velhinho no metro ou no onibus, ou na rua.. sei la, e não sei se só eu tenho essa vibe mas eu fico imaginando como é a vida das pessoas na rua, é basicamente o mesmo lance que sinto na paulista. Tantas vidas, rostos, historias, amores, falas, risos.. Então, de repente tudo o que você viveu, acabou. É triste ver a vida indo embora dos olhos de alguém.
Tô preocupada por achar que logo não terei uma das pessoas que mais amo, ultimamente tenho visto uma falta de vida nela...É estranho como ela conta do passado e o passado.. passou, faz tanto tempo, tanto que pra mim parece meio magicamente velho demais. E as vezes escuto sobre como ela queria ter feito mais, não ter feito algo ou sobre como ela fica triste com algo que deixava pra lá.
As vezes eu fico muito melosa, dizendo eu te amo a toda hora e dizendo coisas fofas e clichês mas é só pensando no dia em que eu tiver sem vida nos olhos, pensando no dia que meu coração parar de bater e eu não tiver mais chance de dizer o quanto fui feliz e o quanto eu amei algumas pessoas.
Acho que pior que lidar com a morte do nada é ver ela chegando assim, é ver as coisas indo embora e sentir isso. A gente morre todos os dias um poco e esquece disso durante a vida.
É estranho como a gente tem tudo pra ser feliz e insiste em ser triste e mais estranho ainda quando ficamos triste por termos tudo pra ser feliz.
Me diz, o que te faz feliz? O que te mantém vivo? Do que você tem medo?
A gente não sabe se o amanhã existe, nunca devemos ver o reflexo do amanhã nos olhos do outro, não podemos acreditar na semana que vem... só no agora.
NÃO, não estou dizendo, viva o agora foda-se a vida, vamo lá ser louca!!! Não, tô dizendo que a vida escorre pelos dedos, que vai e um dia quando você achar que deve ser o que é, amar o que é, ser feliz com o pouco, ver os momentos que te fazem feliz pra sempre ,e não terá mais tempo. FAÇA planos, e coloque-os pra acontecer, tenha a maravilhosa sensação de ser capaz. Seja você acima de tudo.. Eu vejo tanta gente sendo o que não é, mesmo.. e me pergunto como as pessoas conseguem dormir em paz.
Eu sou feliz assim, e poucas são as coisas que me fazem triste porque eu finalmente amo o que sou e faço o que me deixa feliz e me orgulho por ir atrás do que faz feliz independente de qualquer outra coisa.
Quando hoje for amanhã e tudo tiver mudado... eu tenho medo, medo de tanta gente não estar mais aqui. Medo de ter te perdido pra menina que é mais normal e mais bonita, medo de não ter quem me dê chocolate e faça mingau pra mim, medo de não poder me arrepender dos dias que não pedi desculpa.
As vezes percebo que não são muitas pessoas que eu amo do fundo do coração, mas as que amo.. chega a doer.
Aprendi com a Louise que amar dá dor, dor fisica... e ela tem razão, muita! Todo tipo de amor dá dor, fisica. Pensar num futuro que uma das pessoas que eu tanto amo não vão estar comigo um segundo, doi.
Alguns amigos vão apenas sumir, mas sei dos que vão ficar.
A marca na pele fica. Os recados ficam escritos no coração. Os dias bons não vão embora.
Espero voltar aqui daqui 5 anos e dizer que consegui tudo o que eu queria, que ainda tô cercada das pessoas que eu tanto amo e que não perdi nenhuma.

domingo, 8 de setembro de 2013

Quando sua mãe viajo

é tão bom saber que eu tenho você considerando que minha vida inteira é sua. Tão bom ficar com você, te sentir, te tocar, rir com você, sentir seu amor, sentir sua mão no meu cabelo e todas essas coisas bregas de quem ama infinitamente alguém. Eu sei, talvez você não seja apaixonado por mim ainda, mas eu sou por ti, de maneira incrivel. Tem dias que eu passo do seu lado e só servem pra eu ter mais e mais certeza de que é você que eu quero passar o resto da vida.
Nem todos os 'eu te amo' do mundo expressariam... Você me ama com ou sem maquiagem, de cabelo molhado e te empurrando da cama, me ama mesmo babando no travesseiro e reclamando da sua pomada de cabelo, me ama mesmo de tpm e roupa feia, mesmo com o cabelo metade roxo e franja rosa, mesmo sendo troxa, mesmo sendo grudenta, me ama mesmo eu sendo sensível demais de uma forma não muito bacana pra nós, me ama mesmo eu não gostando de futebol... me ama pelo que eu sou e eu te amo e agradeço por ser quem você é e me fazer TÃO feliz.


quinta-feira, 5 de setembro de 2013

Churrasco e futebol - 30.08.13

Acabei atrasando o post, foda-se.
Pensa no quão perfeito seria poder almoçar com seus idolos pós ter jogado um futebol, batido um papo, brincado, recebido apelidos, tirado fotos, ganhado abraços.. e se eu te disser que eu consegui que isso acontecesse comigo?
Bom, a Sony fez uma promoção que era "Futebol com Famosos' na qual, quem acertasse mais rápido as perguntas feitas no site da sony teria essa tarde com eles. Não, eu não ganhei.
A Geração Fresno, um fã clube bem grande com mais de 69 mil likes ganhou alguns ingressos em troca da divulgação dessa promoção, acontece que nenhum dos membros era de São Paulo e nenhum deles tinha como viajar pra cá pra poder participar. O Caio acabou ganhando esses ingressos por ser amigo de um cara do fã clube que tinha ganho, e assim acabei ganhando um.
Antigamente eu explicava sobre cada detalhe, sobre cada fala, hoje em dia eu mal escrevo e só posto as fotos.. acho que é porque as palavras ficam poucas e repetitivas.. tenho tudo muito bem guardado e gravado na mente.
como resumo segue uma história do meu dia:
Caio resolveu seguir um caminho que não estava google, porque não estava? Bom, não tinha como atravessar, era simplesmente quatro faixas sem semáforo e faixa de pedestre e tínhamos que chegar ao outro lado. Andamos pela valeta da ponte, atravessamos em lugares impossíveis três vezes e sofremos muito debaixo do sol desgraçado que estava. Acabou que chegamos lá depois de tanto esforço com umas 45 minutos de atraso e muita sede, cansaço e suor.
Assim que entramos nos deparamos com todos eles, ali sentados na maior tranquilidade.. a Natasha (moça que havia nos dado os convites) veio nos informar que podíamos pedir pra comer o que bem entendêssemos e que havia refrigerante e água na geladeira.
Thiago Guerra, novo baterista, se levantou e nos comprimentou, estávamos parados todos no mesmo ponto com cara de idiota até nos tocarmos onde estávamos e que aquilo era real. Cumprimentamos os outros depois da frase do Lucas "Opa, mas vocês nem estão convidados" seguida de um daqueles sorrisos gostosos.
Começamos a dividir os times, e naquele momento eu fui informada que jogaria, mas me encontrava de bota e legging totalmente despreparada por não saber que tínhamos o direito de participar daquilo também. Times divididos e eu em silencio, na hora da foto "cadê tua camiseta? corre lá, coloca uma e vai tirar a foto" e eu coloquei a verde, time do Lucas e do Vavo.
No primeiro tempo fiquei sentada apenas tirando fotos e observando com um belo sorriso no rosto enquanto pegava um bronzeado naquele sol escaldante.
Houve uma pausa do primeiro tempo para o segundo onde o Lucas se sentou com a gente e conversamos, cantamos camelo serrano e ainda parecia surreal.
No segundo tempo eu entrei pra jogar, e como vocês devem imaginar.. foi uma lástima. Escutei no meio do jogo um "Vai Hayley!", sem duvida era comigo.. mas quem tinha dito? O Lucas, o proprio e assim fui chamada de Hayley o dia todo.
Meu time perdeu de lavada, descobrimos que o Guerra é melhor no futebol que o Vavo. Fomos brincar de penaltis, e adivinha? na minha vez o Vavo resolveu tirar uma foto. Mario no gol pra defender minha bola, Lucas tirando sarro de mim e dos meus dons futebolisticos e Vavo tirando fotos do momento. Essa foto? Nada mais nada menos do que no instagram dele.
Pós termino do jogo nos sentamos todos na mesa para o almoço, fiz questão de sentar ao lado do Lucas e não falei muito, ainda tava besta por dentro. Conversamos um pouco, brinquei sobre o Guerra ser melhor que o Vavo no futebol e ri das bobeiras do Lucas. "coloca coca ai", era o Lucas.
Eu não sabia bem que horas eles iriam embora e quanto tempo aquele almoço duraria mas eu estava nas nuvens. Começou uma onda de autografos na camiseta do time e eu fui pedir os meus, "AE CAMALEÃO" a forma de carinho mais meiga que o Mario já inventou de ter.
Ficamos lá por mais umas duas horas, conversando falando sobre a vida, e ainda parecia mentira. Pude esclarecer duvidas com o Lucas e descobri até que ele me reconhecia via twitter. Não tinha como ser melhor não é?
Os meninos tinham ido no Esquenta um dia antes e por isso estavam com uma pasta de coisas antigas da fresno, Lucas ficou nos mostrando e contando histórias e até deu alguns flyers de 2003 pros meninos.
Na hora de ir embora, um abraço apertada e alguns brincadeiras "descobrimos aqui um talento do futebol" Lucas adorou me zuar.
Acabamos tendo carona na van em que a Natasha veio, até o metro, o que nos facilitou a vida e nos fez feliz dentro do ar condicionado, rolou até fotos pra gravar o momento.

Eu e o Guerra

um caderno com anotações antiguassas do Lucas.

inicio de jogo

Guerra se estabacando no chão

eu indo chutar, o Lucas com cara de besta e o Mario no gol.








a gente na van felizão tirando foto pra registrar que lindo.




estou assim, com essa cabeça na foto por culpa do sol e do Lucas, ele mandou eu levantar a cabeça pra nao ficar sombra em mim.

a hora da despedida mereceu uma foto com tom dramatico.



o diabo da passarela macabra que tivemos que atravessar.

foto tirada pelo Vinicius que foi parar no insta do Lucas

Mario sendo Mario




a foto que foi parar no insta do Vavito














Observações a parte :
a foto no insta do Lucas - http://instagram.com/p/dqXS6WBlyC/
as fotos no insta do Vavo - http://instagram.com/p/dpcNk7Ei68/



O "maré viva" contido em algumas fotos é porque eu tenho uma page sobre a Fresno no facebook agora e coloco a tag pra outras fã clubes não poderem usar sem dar os créditos.


As fotos do almoço, conversas, risadas, abraços e etc estarão no site da Sony em breve, como deu pra notar em todos os cantos tinha fotógrafos e tiraram inúmeras fotos. Além disso, foi necessário que menores de idade levassem uma autorização de uso de imagem para que essas fotos fossem publicadas. O problema é que não nos deram datas, mas obviamente postarei aqui assim que tiver em mãos.

quinta-feira, 29 de agosto de 2013

quarta-feira, 28 de agosto de 2013

e ontem fizemos dois anos e meio, 30 meses, é.. passa o tempo, ein?
Eu sei que você não é adepto de textos de namoradinhos e coisas fofinhas, sei também que não gosta de textos longos e parti de ti não gosta muito dos meus textos.. já fiz tantos que eles perderam a importância.
Vou ser breve, palavras não explicam nada neste caso..
De todos esses meses, pouquíssimos foram os dias em que não quis gritar pro mundo o quanto te amo. Nenhum casal vive só de sorrisos, nós temos nossos problemas que com passar do tempo acumularam mas eu acredito em nós e no fato de que nosso amor possa superar qualquer uma dessas coisas.
eu acredito em você, em mim, em nós juntos.
De todos os casais, somos os mais malucos, mas em partes os que mais se divertem.. casais com um certo tempo de namoro perdem o brilho e eu ainda me divirto com você como nos primeiros dias. Não existe ninguém no mundo tão perfeito pra mim quanto você.
Sobre todas as coisas que deram erradas : desculpa
Sobre esses 30 meses : brigada
Sobre o quanto te amo : é tanto que até me perco.
As vezes você duvida do quão imenso é meu amor, mas tu não sabe o quanto eu espero que esses anos se multipliquem por 1000, o quanto eu quero você do meu lado até meu cabelo ficar platinado naturalmente.
Não importa o que aconteça, sempre desista de ir embora... não importa o que aconteça, sempre e sempre fica comigo, porque eu preciso de você.
te amo.

segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Bell sai da fresno

Foi anunciado a poucos instantes a saída do Bell da Fresno. Como eu tô me sentindo? Nem sei dizer.. A um ano e meio estávamos sofrendo pela apunhalada nas costas que levamos do Tavares que até hoje de alguma forma eu não superei.

"Amigos, companheiros de guerra e irmãos na arte.

A partir de hoje, o nosso grande amigo Bell não faz mais parte da Fresno. Ontem, após uma conversa de irmãos, que terminou com abraços emocionados e gratidão mútua, ficou definido que as baquetas da Fresno trocariam de mãos. Com a palavra, Rodrigo Ruschel:

"Ao longo de quase 6 anos eu toquei, se não na melhor, numa das melhores bandas deste país. Ocorre que, no presente momento minha prioridade é outra, qual seja: criar meu filho, terminar minha faculdade de direito, trabalhar no escritório do meu pai, e tocar com meu irmão. No entanto, também estou aberto a propostas de bandas do Sul que queiram tocar comigo.

Saibam todos que existe, da minha parte, tão somente um sentimento de gratidão pela Fresno, bem como pelos integrantes que já saíram da banda, além dos funcionários que já passaram por nós. Portanto, obrigado, obrigado, obrigaduuuuuuuu!"

Bell, tua participação foi essencial para que os últimos 5 anos tenham sido os melhores de nossas vidas. Contigo, alcançamos a personalidade sonora e qualidade que sempre sonhávamos. Tua contribuição jamais será esquecida, e, ao contrário disso, será eternizada e celebrada em cada um dos shows dessa Fresno que segue singrando novos mares abertos.

Aos teus familiares, extensão da nossa família, nosso mais terno e profundo 'obrigado'. E que na tua busca pessoal, encontres a mesma felicidade que encontraste ao nosso lado.

---

* Deixem aqui suas mensagens e um registro do carinho que vocês têm por esse grande cara. Lembrando a todos: ninguém morreu, e não devemos tratar esse novo capítulo de nossas vidas como tal. Vocês são o que vocês trazem de bom para o mundo.

* O novo baterista da Fresno é um grande amigo nosso, e será apresentado ao público numa twitcam nessa QUARTA-FEIRA, às 22h."

Assim foi informado a nós que estavamos "perdendo" mais um ídolo. Sim, soa pra você como drama ou exagero, mas eu não me importo. Não importo o porque ele saiu, sei que foi pra seguir um sonho dele e isso basta.
Ver um dos maiores motivos da sua felicidade se enfraquecer, pessoas importantes indo 'embora' é horrivel.
E agora abril voltou e bell vai ou não vai tocar na abril e sei lá o que... o que importa? Ele vai estar longe, não vai mais tirar fotos comigo e nem sorrir pra mim além de me olhar em toda porta de show com aquele jeito de bravo..
A gente sempre acha que tem um preferido mas quando essas coisas acontecem percebemos o quanto amamos todos e o quão grande é o papel de cada um na nossa vida e na banda.
Espero que ele seja feliz, muito feliz e que tenha consciência do quão feliz fez tantas vidas por ai... e ainda vai fazer.
Me dói essa saida, a do Tavares foi mais dificil pra mim, mas não esperava isso agora.


e finalmente consegui postar novamente. Por alguma desgraça gigantesca e grotesca meu computador não estava abrindo a porra da pagina de postagem, na verdade.. ele abria mas abria cheia de propaganda o que não me permitia escrever, agora é rezar pra que não volte a acontecer.
Eu cheguei a escrever alguns textos pra postar aqui ao longo desses dias que estava impossivel escrever masss não quero posta-los, sem motivos especificos, só porque já passo time de postar aquilo e o sentimento escrito acabou se perdendo.. como não anotei a data não tem muito sentido postar textos soltos aqui.
Novidades : soltaremos o Boatos ainda esse mês, de cara nova, logo novo e novas integrantes, na verdade.. antigas integrantes porem em menos número, temos grandes idéias e falta pouquissimo até podermos fazer dele a parte mais linda da nossa vida.
amanhã faço 2 anos e meio de namoro e com toda certeza volto pra falar sobre ele amanhã..
Nessa semana que passou eu tirei pra fazer umas coisas que eu tava adiando de fazer a algum tempo.. fui cortar meu cabelo e finalmente comprei uma mochila nova (a outra tinha uns buracos gigantescos). No começo odiei meu cabelo, mas agora eu to adorando, talvez daqui a poco eu volte a odiar.. vai saber né.
Pra ser sincera, não tenho nada novo de verdade, to postando mais porque não consegui nos ultimos dias (quando eu tinha algo pra dizer de fato..).

sábado, 17 de agosto de 2013

uma vida, um amor, vários sorrisos, amigos, nada vazio, dias bons, gargalhadas, fotos, barulhos de saltos batendo no asfalto, batom escuro, pijama e café no chão da casa, gatos, bobeiras, blogs, juras de amor, suor, roupas jogadas, sua barba no meu corpo, sua boca na minha boca, olhares cruzados, unhas feitas, cabelos ruivos, doces, cigarros pra amenizar algumas dores de aceitar, saídas, barulhos, fones de ouvido, rímel, grafite no papel, mão no mouse, conta no caderno, coração cheio de conforto, e então é assim que é ser feliz.
sempre leio seus textos, seus posts, na esperança de achar uma palavra que seja que eu consiga me encaixar, não porque eu quero que tu goste de mim, não porque eu quero que sinta a minha falta.. mas sim porque queria ser parte de um texto, não porque é seu, mas porque queria ser como alguém é pra mim?
confuso? eu sei, de todos os rascunhos e textos não publicados esse talvez seja o que eu mais quero expressar tudo e não consigo.
É como se eu quisesse me achar num texto, mesmo que alguém desconhecido, como se eu lesse e esperasse isso. eu já escrevi tantos sobre mim mesma como se eu não fosse eu, mas não funciona bem.
é o começo da loucura? amo historias de amor, de todos os tipos e fico me perguntando se alguém é capaz de contar alguma onde eu esteja como a moça apaixonada, mesmo que seja a moça apaixonada de coração partido.
textos me encantam, quanto mais tristes melhores, quanto mais falarem de amor, mais encantadores e mais eu vou querer estar neles.
uma vida, um amor, vários sorrisos, amigos, nada vazio, dias bons, gargalhadas, fotos, barulhos de saltos batendo no asfalto, batom escuro, pijama e café no chão da casa, gatos, bobeiras, blogs, juras de amor, suor, roupas jogadas, sua barba no meu corpo, sua boca na minha boca, olhares cruzados, sms trocados, unhas feitas, cabelos ruivos, doces, cigarros pra amenizar algumas dores de aceitar e porque ainda essa vontade de ser um texto?

(17/08/13) 

quarta-feira, 14 de agosto de 2013

anota, amor


 28.01.11, tatuapé - primeiro beijo.

27.02.11,penha - começamos.

02.05.11, tatuapé - "preciso parar de te ver porque to gostando muito de você"- primeira vez que disse que gostava de mim.


13.05.11, sms depois que saiu daqui - primeiro eu te amo.

15.05.11, no ponto de onibus - primeiro eu te amo pessoalmente.


 17.05.11, na minha casa - você veio até aqui depois do trabalho me dar um bombom, do nada, eu tava de pijama e você veio sem avisar porque eu tinha escrito um texto aqui pra você te respondendo que te amava.


             20.05.11, dunas\minha casa - você voltou pra casa a pé.
           


 03.06.11, minha casa atrás do   Quebec - você me pediu em namoro



03.07.11 - fui no seu pai, conheci todo mundo, aniversario de 2 anos da Bia..


       
09.12.11, minha casa - dvd do los hermanos fico rodando sozinho na sala.